Tem uma emergência? Clique Aqui

Pesquise o seu município e saiba quais os números de contacto em situações de emergência, fora do horário de atendimento da Linha da Reciclagem.

É considerada uma emergência, qualquer uma das seguintes situações:

  • Incêndios em instalações, contentores ou viaturas de recolha de resíduos.
  • Acidentes graves: acidentes naturais ou acidentes de viação (atropelamentos, danificação de viaturas durante o processo de recolha de resíduos).
  • Ecopontos a ocupar vias de circulação automóvel ou a impedir a livre circulação de pessoas ou bens.
  • Questões ambientais (por exemplo: derrame de lixiviados na via pública, odores anormais que causam desconforto à população).
  • Perda de pertences pessoais de valor (ex: dinheiro, ouro, carteiras…) que tenham caído em ecopontos/contentores.
  • Atos de vandalismo contra pessoas e bens.
Voltar

Perguntas Frequentes - Reciclagem
Outras informações sobre resíduos

O que fazer aos medicamentos fora do prazo?

Deve entregar nas farmácias, de modo a que possa ser encaminhado para a VALORMED, assegurando que os mesmos são encaminhados para um destino final adequado.

Onde depositar CD's, disquetes, cassetes, VHS ou DVD's?

Estes resíduos ainda não têm uma solução de recolha e reciclagem, por isso, deve colocar no contentor de lixo comum. Caso tenha grandes quantidades deverá contactar a APA - Agência Portuguesa do Ambiente.

Onde depositar toners e tinteiros?

Estes materiais poderão ser entregues em ecocentros. Caso não seja possível, existem inúmeras empresas no mercado que se deslocam ao local para recolher tinteiros usados para reciclagem gratuitamente (dependendo de um número mínimo) ou em lojas – só tem de fazer uma pesquisa online. Outra alternativa, poderá ser entregar na maioria de lojas de informática próximas da sua área de residência.

Quais são os materiais que recolhem?

Todas as nossas empresas fazem recolha de embalagens de vidro, papel/cartão e plástico/metal/pacotes de bebida.

Tenho resíduos para depositar em aterro. Como devo fazer?

Deverá contactar a Linha da Reciclagem para que possa esclarecer as suas dúvidas e enviar toda a informação necessária, da empresa que faz a gestão dos resíduos urbanos da sua área de residência.

Estive a limpar um terreno e tenho vários resíduos para colocar no aterro. Como posso depositar?

Deverá contactar a Linha da Reciclagem para que possa esclarecer as suas dúvidas e enviar toda a informação necessária, da empresa que faz a gestão dos resíduos urbanos da sua área de residência.

Em que ecoponto posso colocar as cápsulas do café?

As cápsulas de café não deverão ser depositadas em nenhum dos ecopontos existentes (azul, verde, amarelo) pois têm um circuito próprio para a sua reciclagem. Devem sim, ser depositadas em ecopontos específicos que algumas marcas já possuem, quer sejam marcas próprias, quer sejam grandes superfícies comerciais. É importante salientar que não deve retirar as borras de café das cápsulas. Faça a entrega sempre da cápsula inteira com as borras no seu interior.

Onde posso depositar louças, porcelanas, tachos e panelas?

Estes resíduos ainda não têm uma solução de recolha e reciclagem, por isso devem ser colocados no lixo comum. No caso das panelas, por serem metálicas, poderá entregar no ecocentro mais próximo. Uma parte do lixo indiferenciado é sujeito a triagem, outra é diretamente encaminhada para aterro ou valorização energética, dependendo do sistema municipal que existe na sua área de residência. Quando faz uma correta separação dos resíduos para os quais existe uma solução de recolha e reciclagem, está a contribuir para a sustentabilidade e economia circular, reintroduzindo os materiais e potenciando a criação de produtos de qualidade, com menor impacte ambiental.

Como funciona e onde estão localizados os Ecocentros?

Um Ecocentro é uma instalação onde o cidadão pode colocar resíduos recicláveis que tenha em maior quantidade e que não devem ser colocados nos caixotes de lixo comum nem nos ecopontos (porque ficariam logo cheios). Podem ser colocados vários resíduos, nomeadamente, recicláveis, monos e resíduos verdes. Pode consultar as informações sobre localização, horários e contactos no site da EGF

Não podemos entregar nos ecopontos as roupas usadas que já não queremos?

A roupa e outros artigos usados (sapatos, por exemplo) são um tipo de material que, embora possam ter uma segunda vida – através da "reciclagem” ou reutilização - não podem ser entregues no Ecoponto. Existem, em alguns locais, contentores destinados para este fim, onde a entrega da roupa é feita com a intenção de que a mesma seja novamente usada para o mesmo fim e, portanto, reutilizada.   Outra possibilidade é encaminhar os têxteis usados para os Ecocentros que os aceitem (a lista dos materiais admissíveis nos Ecocentros, da sua área, deve ser consultada previamente). Como alternativa, pode validar se os têxteis usados, são aceites em instituições de solidariedade social junto da sua área de residência. Poderá ainda, especialmente no caso de têxteis de maior dimensão (toalhas, lençóis, etc), doar a canis e gatis que, geralmente, têm falta de agasalhos para os animais. Outra hipótese é oferecer os seus têxteis a grupos de troca e reutilização existentes na Internet. Nestes grupos é possível reutilizar não só têxteis, mas praticamente todo o tipo de materiais.

Posso entregar as baterias no ecoponto?

Embora alguns ecopontos estejam equipados com um contentor para devolução de pilhas (vermelho), não é possível colocar as baterias de maiores dimensões. Este tipo de material deverá ser entregue nos ecocentros que estejam preparados para os receber. Antes de se dirigir ao Ecocentro, saiba quais são os materiais aceites. 

Onde posso colocar as beatas do tabaco aquecido?

As beatas em plástico do tabaco aquecido ainda não podem ser recicladas nem conhecemos ainda projetos para a sua reutilização, pelo que devem ser depositadas no contentor do lixo comum.

Os negativos de fotografias podem ser considerados materiais recicláveis?

Os negativos de fotografia e rolos de filmes não são recicláveis – este material pode ser confundido com as radiografias, que são recicladas para reaproveitar a prata presente na sua composição. No caso dos negativos, estes materiais contêm cristais de sais de prata que se encontram no meio da base plástica, o que não permite a reciclagem.

Os plásticos que não são embalagens podem ser reciclados?

Existe um universo muito vasto no mundo dos plásticos, e nem todos poderão ter o mesmo destino. A reciclagem é sempre um destino melhor que qualquer outra via de tratamento, mas nem sempre os plásticos não embalagem são passíveis de reciclagem, seja pelas suas características ou pela condição em que se apresentam (contaminados, sujos). Quando se trata de plásticos que não são embalagens, e em que o seu uso se destina à indústria ou agricultura, é crucial que seja feita uma análise prévia pelos nossos serviços técnicos, para avaliar se o mesmo poderá ser reciclado, pelo que é muito importante que nos chegue a máxima informação acerca deste e se possível, fotografias.

A reciclagem de tinteiros contribui para projetos de solidariedade social?

Existem diversas empresas de reciclagem de tinteiros que fazem doações a projetos de solidariedade social, por cada tinteiro que reciclam. Este tema poderá ser questionado à entidade que selecionar para entregar os seus tinteiros.

Onde devem ser colocadas as palhinhas de plástico?

Inventadas pela primeira vez em 1870, as palhinhas têm tido um uso continuado e desenfreado até à atualidade, contribuindo para a poluição dos oceanos e decompondo-se em microplásticos, num processo que pode levar 400 anos até à sua completa degradação, por serem constituídas por PEBD (polietileno de baixa densidade).   Atualmente não é possível a reciclagem das palhinhas de plástico e por isso deve colocá-la no lixo comum. A melhor opção será, sempre que possível, escolher uma solução mais sustentável, seja pelo uso de palhinhas feitas com matérias reutilizáveis (inox, bambu, vidro) ou pelo uso de matérias biodegradáveis como cartão, PLA (poliácido láctico) existe ainda palhinhas comestíveis (feitas de massa e arroz).

Onde devo depositar os filtros de automóveis usados?

Os filtros de óleo retêm muitas substâncias nocivas ao ambiente. Quando o encaminhamento é incorreto, os componentes podem contaminar o solo e os lençóis freáticos. Esses materiais podem ser entregues em Centros de Receção dos Veículos, que são instalações onde os veículos em fim de vida podem ser entregues gratuitamente, permanecendo aí até serem transportados para centros de desmantelamento. Nessa fase serão submetidos a operações de despoluição e de separação para reciclagem. Por isso, deverá contactar os operadores de Centros de Receção dos veículos ou oficinas, na sua zona de residência. Se a quantidade for elevada ou se não encontrar solução para a receção deste material, deverá contactar a APA - Agência Portuguesa do Ambiente.

As beatas do tabaco habitual são recicláveis?

Não. As beatas contêm mutos contaminantes que poluem as águas e os solos. O seu mau encaminhamento é uma fonte de poluição muito grave. Deve, sempre, colocar as beatas no contentor do lixo comum. Atualmente, já existem alguns projetos piloto no nosso país, desenvolvidos por entidades diferentes, que têm como objetivo desviar as beatas dos aterros sanitários e encaminhar para um destino mais adequado, permitindo a sua reciclagem. Conheça aqui alguns deles: http://missaobeatao.org/ www.ecoality.net/rede-biatak%c3%ad  Guimarães cria tijolos a partir de beatas de cigarros  

Em que Ecoponto devo colocar os brinquedos usados?

Caso os brinquedos estejam em bom estado, não os deite fora, doe-os a amigos ou a instituições de solidariedade social. Mas se não puderem ser reutilizados, o ecoponto amarelo não é o destino correto. Apesar de muitos brinquedos serem fabricados em plástico, também contêm outros materiais, como borracha, têxteis ou fibras. O ecoponto amarelo destina-se a embalagens de plástico, metal e pacotes de bebida. As opções para brinquedos danificados poderá ser a entrega a organizações que desenvolvam projetos, como por exemplo, o projeto-piloto “Plastic Replay”, que tem por objetivo criar a primeira rede de recolha e triagem de brinquedos estragados, com vários pontos de recolha espalhados pelo país, poderá consultar mais informações em: https://plasticreplay.pt/index.html  Se nenhuma das opções apresentadas for válida no local onde se encontra, a opção será colocar no contentor do lixo comum.

Os cartões de oferta e/ou fidelização de material plástico podem ser colocados no ecoponto amarelo?

Estes cartões não devem ser colocados no Ecoponto. Os cartões de oferta/fidelização podem ser entregues para reciclar numa agência da Caixa Geral de Depósitos, que tem um projeto específico para a reciclagem de cartões de plástico, bancários e não bancários, com ou sem chip. Para mais informações sobre esta iniciativa, que também beneficia várias instituições, siga este link: www.cgd.pt/Sustentabilidade/Pages/Sustentabilidade.aspx

O que devo fazer com as seringas usadas?

As seringas usadas NÃO devem ser colocadas no Ecoponto nem no contentor de lixo comum. Opções possíveis para o cidadão: Existe um projeto inovador em Portugal.  “Seringas Só No Agulhão”, criado em 2019 pela Associação de Farmácias Portuguesas, onde atualmente aderiram 14 farmácias, estando duas localizadas na área metropolitana de Lisboa e as restantes a norte do país. http://afp.com.pt/news/?id=739&title=agulhao-recolhe-mais-de-300-mil-seringas-usadas Continua em vigor o programa PTS (Programa de Troca de Seringas) – um programa especialmente dirigido às Pessoas que Utilizam Drogas Injetáveis (PUDI). No caso do PTS, as farmácias recolhem as seringas usadas (que depois são destruídas) e, em troca, devolvem aos cidadãos material esterilizado. www.sns.gov.pt/noticias/2016/09/02/programa-de-troca-de-seringas/ Poderá entregar no centro de saúde/hospital onde é seguido e lhe foi indicada a utilização das seringas. No caso das clínicas, lares e outras instituições onde a utilização de seringas faz parte da prática regular, estes resíduos hospitalares deverão ser encaminhados para valorização através de um operador devidamente licenciado para o efeito.  

Onde posso entregar os pneus usados?

A informação mais atualizada para a entrega de pneus está em www.valorpneu.pt e deve verificar os pontos de receção que existem espalhados por Portugal Continental e Ilhas, que incluem alguns ecocentros e locais autorizados. Em alternativa, poderá sempre consultar operadores privados e oficinas próximos da sua área de residência. No caso de trocar os seus pneus numa oficina por pneus novos, a oficina encarregar-se-á de dar o destino adequado aos seus pneus usados.

Onde devo colocar as radiografias antigas?

Caso as suas radiografias sejam antigas deve perguntar numa farmácia ou parafarmácia se as recebem e deixá-las lá. A Reciclagem de radiografias evita que a sua deposição seja feita em aterro, minimizando assim a contaminação do ambiente, reduzindo os efeitos nefastos para o planeta. Anualmente, a AMI promove campanhas de recolha de radiografias nas farmácias portuguesas. Fora do período da campanha poderá entregar na sede ou em qualquer delegação da instituição.

Onde devo colocar os autotestes de diagnóstico à COVID-19?

As embalagem e os folhetos informativos (brochuras) devem ser colocados no ecoponto azul ou amarelo, consoante se trate de papel e cartão ou plástico, respetivamente. Em relação aos restantes resíduos (zaragatoa, cassete do teste, tubo de extração de amostra) devem ser colocados no saco plástico que integra o kit e deitados no lixo comum.

Para onde devem ser encaminhados os resíduos provenientes do circuito de produção de canábis para fins medicinais?

Os resíduos de planta de canábis enquadram-se na definição de resíduo que consta no RGGR (anexo I do Decreto-Lei n.º 102-D/2020, de 10 de dezembro), estando por isso sujeitos a todas as disposições legais relativas à gestão de resíduos, nomeadamente, em termos de classificação, transporte e tratamento.   Os resíduos de canábis não são considerados resíduos perigosos, apesar de poderem conter substâncias psicoativas e por isso é necessário garantir que a gestão dos mesmos permita manter a sua rastreabilidade.   Os resíduos provenientes do circuito de produção de canábis para fins medicinais (plantação, produção de extratos, formulações e medicamentos e importação, distribuição e comércio) têm enquadramento no subcapítulo da LER 02 01 – Resíduos da agricultura, horticultura, aquacultura, silvicultura, caça e pesca e no subcapítulo da LER 07 05 – resíduos do Fabrico, Formulação, Distribuição e Utilização (FFDU) de produtos farmacêuticos.   A lista de operadores de tratamento de resíduos poderá ser consultada através da plataforma SILOGR – Sistema de Informação de Licenciamento de Operações de Gestão de Resíduos, disponível no site da APA, a qual permite fazer a pesquisa de operadores de tratamento de resíduos licenciados, por código LER.   As concessionárias da EGF não recebem resíduos provenientes do circuito de produção de canábis para fins medicinais.   Fonte: Gestão de Resíduos de Canábis, no âmbito de atividades que produzem canábis para fins medicinais, Ficha Técnica, APA/INFARMED, novembro de 2021